Carrinho

Conheça a erva-mate, uma das plantas com maior número de benefícios para a saúde já conhecidas pelo homem. Saiba como ela pode ser utilizada, e também como incluí-la na sua rotina alimentar.

A origem do consumo da erva-mate

No início do século XVI, quando portugueses e espanhóis chegaram às Américas, os índios da região sul do continente americano já conheciam e consumiam a erva-mate. Segundo a sabedoria indígena, a planta tinha o poder de revigorar e trazer o bem estar ao homem. Tudo isso porque, ainda segundo os índios, a erva-mate teria sido um presente do Deus da bondade, Tupã.

A eficácia da medicina indígena é algo já comprovado e amplamente conhecido. Vários dos conhecimentos e plantas utilizadas pela medicina indígena são utilizado em nossa medicina ocidental, para a produção de medicamentos, multivitamínicos e suplementos alimentares. 

Mas será que precisamos mesmo consumir remédios e suplementos com tanta frequência? Existiria uma maneira de aproveitar ao máximo os benefícios dos alimentos, todas suas vitaminas e minerais, em nosso dia-a-dia?

Uma onda de produtos naturais

Tudo indica que sim. A resposta reside no consumo de alimentos naturais. Alimentos estes que devem estar na sua forma mais “crua”, menos processada. Assim, estes preservam ao máximo a quantidade de nutrientes em sua composição.

Existe hoje uma tendência para o consumo de alimentos orgânicos, saudáveis e naturais. Nutricionistas argumentam que o consumo de alimentos saudáveis é, de fato, a chave para uma vida longeva e saudável.

Benefícios da erva-mate para a saúde

Você deve estar se perguntando: “Mas onde a erva-mate se encaixa nisso?”, não é mesmo? Em tudo!

A erva-mate é um produto natural. Nativo das terras da região sul do continente sul-americano. A Ilex Paraguariensis (nome científico da planta), ou erva-mate, possui muitos benefícios à saúde humana. 

Alguns dos principais benefícios da erva-mate estão listados e resumidos abaixo:

  • Promove o bem estar mental e físico
  • Previne o envelhecimento
  • Fonte de vitaminas e minerais
  • Ajuda na digestão
  • Reduz o colesterol ruim
  • Acelera o metabolismo
  • Propriedades afrodisíacas

A Ilex é sem dúvidas uma das plantas com maior quantidade de benefícios combinados já conhecidos pelo homem.

Como consumir a erva-mate

A erva-mate pode ser consumida e aproveitada de diversas maneiras. Os principais modos, por ordem de importância são:

  1. Bebidas quentes (Mate e Chimarrão)
  2. Bebidas frias (Tereré)
  3. Alimentação (erva-mate ultra-refinada)
  4. Suplementação alimentar

Neste texto, daremos maior destaque ao elemento número 1, as bebidas quentes feitas a partir da erva-mate. E como mencionados anteriormente, as principais delas são o Mate e o Chimarrão.

Existem algumas diferenças básicas no modo de preparo e na seleção das ervas-mate para Mate e Chimarrão. Contudo, todos eles são fruto da mesma planta e portanto refletem o mesmo efeito sobre sua saúde. 

Vamos começar pelo Chimarrão.

O Chimarrão

O Chimarrão é também um tipo de Mate. Ao consumir o Chimarrão, você aproveita todos os benefícios oferecidos pela erva-mate.

A peculiaridade do Chimarrão está no tipo de erva específico para o chimarrão e também na utilização de cuias de porongo ou cabaça.

A erva-mate mais tradicional para o preparo do Chimarrão possui uma moagem mais fina. Ela é quase que um pó. Tem a característica de ser bastante esverdeada, o que ocorre principalmente quando a erva de Chimarrão está bem fresca, ou próxima da data de sua fabricação.

A composição mais comum da erva para chimarrão é de 70% de folhas para 30% de palitos da planta. E a cuia mais indicada para tomar este tipo de Mate é a cuia de porongo, já tradicional para o Chimarrão gaúcho.

Ao comprar uma erva-mate para Chimarrão observe principalmente a sua data de fabricação. Por se tratar de um produto natural, sem adição de qualquer conservante, é natural que este vá perdendo suas características de aroma com o tempo. As características mais afetadas pelo tempo e também exposição à luz são:

  • Coloração – a erva-mate fresca mantém a cor verde vivo.
  • Aroma – um erva-mate fresca ainda mantém o aroma característico
  • Sabor e amargor – o sabor ou amargor da erva são tão mais nítidos quando o produto recém “saiu do forno”.

Outras características a serem ressaltadas no momento da compra são as próprias características do produto. O Mate in Box foi a primeira marca a propor uma classificação ostensiva para a erva-mate. Vamos falar um pouco mais sobre a classificação das ervas-mate na sequência.

Aprenda mais sobre a Classificação de ervas-mate.

cha-termogenico-de-erva-mate-com-canela

O Mate

De modo geral, “Mate” é como designamos as bebidas quentes feitas com erva-mate. 

Sendo assim, ouvir uma das seguintes frases significa um bom convite para um mate: “Vamos tomar um mate?”, “Vamos matear?”, “Que tal um mate?, “Vamos apertar um mate?”.

O Chimarrão em si também é um tipo de Mate. Contudo, quando falamos o termo “tomar um mate”, nos referimos a uma bebida mais ampla.

Existem diferentes tipos de Mate, os principais deles são:

  • Chimarrão – mate ao estilo gaúcho
  • Mate argentino – saiba mais sobre mate argentino
  • Mate uruguaio – saiba mais sobre o mate uruguaio
  • Outros tipos de mate – pura folha e blends especiais de erva mate 

A depender do processo produtivo da erva-mate, as composições e características de do produto final podem ser as mais variadas possíveis. Logo, existe uma infinidade de produtos à disposição do consumidor. Cada qual com uma característica específica.

Powered by Rock Convert

Preparando o Mate

O processo de preparação do Mate é muito semelhante ao processo de preparação do Chimarrão. Assista ao vídeo que preparamos para você:

Caso prefira aproveitar os benefícios da planta de uma maneira mais simples, você pode optar pelo chá de erva-mate.

Chá de erva-mate

Uma outra maneira de fazer um Mate é o bom e velho chá, modo tradicional. Para prepará-lo:

  1. Separe 1 colher de sopa de erva-mate em uma xícara
  2. Adicionar água à temperatura adequada (cerca de 73 a 80ºC para o chá)
  3. Esperar 5 minutos
  4. Coar
  5. Servir

O que preciso para começar a tomar Mate

Para iniciar a tomar Mate, o principal é realmente tomar a bebida. Assim como outros hábitos como sushi e a própria cerveja, as pessoas geralmente não aprendem a gostar logo na primeira vez. De modo geral, levam algumas vezes para que o paladar se adeque à bebida.

Ainda, você não precisa investir muito dinheiro para comprar logo os equipamentos. Comece tomando Mate com um amigo que já tenha o hábito. Você logo estará familiarizado e também aprenderá a preparar a bebida.

Com o tempo, caso queira preparar em casa ou matear com seu próprio equipamento, você irá precisar de 4 (quatro) itens principais:

  1. Erva-mate de qualidade
  2. Cuia para Mate ou Chimarrão – saiba mais sobre como escolher um cuia para chimarrão
  3. Bomba – saiba mais sobre bombas para Mate ou Chimarrão
  4. Garrafa térmica – sugestão de uma boa garrafa térmica

Além disso, para que possamos entender e distinguir diferentes tipos de Mate, recorremos à classificação das ervas-mate.

 

Classificação das ervas-mate

Assim como os vinhos ou cerveja, também cada erva-mate possui características únicas e distintas. O Mate in Box foi proponente do sistema hoje considerado mais abrangente para classificação de ervas-mate.

De maneira geral, 7 (sete) são as características necessárias para que se possa classificar qualquer erva-mate (produto final). São elas:

  1. Padrão
  2. Variedade
  3. Cor
  4. Amargor
  5. Aroma
  6. Percentual de folhas e palitos
  7. Tempo de repouso – no caso de ervas-mate repousadas

Podemos ainda referenciar o modelo e tamanho de cuia mais adequados ao tipo de erva-mate que se deseja degustar. Dessa maneira o consumidor pode entender as características do produto que está consumindo e, assim, fazer a escolha adequada.

Nas imagens a seguir vemos diferentes tipos de erva-mate, cada qual com a classificação adequada.

Como conservar a erva-mate

Tenha em mente que os dois principais fatores que fazem os chás envelhecerem são: oxigênio, luz e calor. Sendo assim, prefira comprar ervas mate em pacotes que a protejam ao máximo dessas interferências. As embalagens a vácuo são uma ótima opção.

Depois de comprado e aberto o pacote consuma o produto o mais rápido possível. Opte por conservar a erva dentro de um armário ou mesmo na geladeira. 

Caso queira retirar a erva de dentro do pacote, utilize um pote de vidro. Este material é 100% inerte e não reagirá com a erva nem influenciará no gosto da mesma.

A popularização do Mate

Por muito tempo o consumo do Mate ficou restrito às regiões “gauchas”. No Brasil, até bem pouco tempo atrás, conhecíamos a erva-mate somente como matéria prima para o chimarrão gaúcho. 

Contudo, o Mate vem se popularizando e ganhando espaço em outras regiões do Brasil e do mundo. Jogadores de futebol e personalidades do mundo esportivo já aderiram e ajudam a difundir o Mate em outros lugares. Nos treinos, nas viagens e até mesmo antes dos jogos, o Mate sempre está lá com Lionel Messi, Luis Suárez, Antoine Griezmann, Paul Pogba, entre outros.

Tudo isso graças às propriedades benéficas da erva-mate para a saúde. Atletas amadores e profissionais, pessoas ligadas à saúde e beleza, nutricionistas e personal trainers, todos utilizam ou experimentaram incorporar erva-mate à suas rotinas alimentares. 

Hoje, são raros as casas de produtos naturais que não têm produtos de Mate ou Chimarrão à venda. Não é difícil ver nas ruas, shoppings e praças, pessoas preparando e tomando um bom Mate. 

Até mesmo nos ambientes de trabalho. Devido à presença da cafeína, em quantidades mais modestas, o mate tem se mostrado uma ótima opção para substituição do café.

Fato é, o Mate está ganhando espaço. Ele está fazendo o movimento de popularização que já fora feito pelo café em meados do século XIV, quando este ganhou escala comercial. Em alguns anos estaremos visitando a Europa e adentrando a uma Matteria para se aquecer com um bom Mate entre amigos.

Gostou estes texto? Deixe um comentário para nós…

Bons mates!

 

#mateinbox #aprendino80C #mateoutbox

Selen Sousa

Author Selen Sousa

More posts by Selen Sousa

Leave a Reply