Carrinho

Além da localização, quais são as diferenças da erva-mate brasileira para a erva-mate argentina? Entenda tudo o que muda de uma para a outra no texto!

Como o Brasil e a Argentina fazem fronteira através dos estados da região sul do Brasil, alguns costumes e paixões são compartilhados entre as nações. Este é o caso do consumo de erva-mate.

Assim como no sul brasileiro, na Argentina também é bastante comum ver as pessoas na rua apreciando uma bebida preparada a partir de erva-mate.

Porém, algumas questões diferenciam o mate argentino do chimarrão brasileiro. E para que você entenda quais são estas diferenças, vamos compartilhar neste texto tudo o que você precisa saber.

A principal diferença entre o mate e o chimarrão é a erva-mate

A começar pelo nome da bebida, já podemos perceber que há diferenças entre o mate argentino e o chimarrão brasileiro. Mas ainda que o nome não seja o mesmo, a erva-mate é o principal fator que diferencia as duas bebidas.

Esta variação se dá pelo processamento que a erva-mate passa, o sabor final e também a coloração. 

Entenda tudo sobre os tipos de erva-mate que existem: Tipos de erva-mate: Tudo o que você precisa saber.

Erva-mate Fresca vs. Erva-mate repousada

A erva-mate produzida em solo brasileiro é conhecida como erva-mate fresca. Por outro lado, a produzida na Argentina é chamada de erva-mate repousada.

Estes nomes são associados ao tempo de processamento de cada erva-mate. No caso da erva-mate para chimarrão (fresca), todo o processo de produção leva de 2 a 3 dias para ser finalizado.

Já no caso da erva-mate para mate argentino (repousada), o tempo é muito mais longo, podendo chegar a 12 meses. E dessa forma, a erva-mate tem este perfil repousado e amarelado.

O que muda na cor da erva-mate fresca e da erva-mate repousada?

Como o tempo para produzir a erva-mate fresca utilizada no Brasil é bastante curto, a coloração final do produto é verde. Contudo, considerando o processo pelo qual passa a erva-mate repousada, algumas variações acontecem com o passar do tempo.

Uma grande alteração é a cor da erva-mate repousada, que é muito mais amarelada. Por vezes, pode até ter o aspecto de velha, porém o produto quando produzido corretamente é de alta qualidade e sabor.

Diferenças no sabor da erva-mate de cada país

Além da cor verde e amarelada, o sabor da erva-mate também muda conforme o país no qual é produzida. Afinal, com o tempo de repouso elevado da erva-mate argentina, existem também efeitos no sabor da erva ao final.

De maneira geral, hoje existem diversos sabores de erva-mate disponíveis no mercado. Existem opções puras e mais amargas, e também aquelas com adição de chás para deixar o sabor mais suave. 

Powered by Rock Convert

Além disso, a erva-mate para tereré, por exemplo, é bastante vendida por ter sabor refrescante e diferente da erva-mate para mate ou chimarrão.

Entretanto, a grande variação de sabor da erva-mate brasileira para a erva-mate argentina se dá no sabor mais marcante da erva produzida pelos hermanos. Como o tempo de repouso é longo, o sabor também vai ficando mais concentrado.

Assim, para quem prefere uma erva-mate mais suave, o tipo argentino pode não ser a melhor opção.

Como preparar cada uma das bebidas

Para o preparo do chimarrão e do mate, alguns itens são indispensáveis, conforme segue:

  • Cuia para chimarrão ou mate argentino, do material da sua preferência;
  • Bomba ou bombilla como é chamada na Argentina;
  • Cevador (vira-mate), que serve para auxiliar no processo de acomodação da erva mate;
  • Erva mate de qualidade do tipo brasileira ou argentina;
  • Água morna e quente (temperatura entre 70 e 80 ºC).

Depois de todos os itens essenciais para o preparo do mate ou do chimarrão, os passos para fazer ambas as bebidas acontece da mesma forma. Afinal, as diferenças de sabor e coloração da erva-mate, bem como a cuia utilizada já aconteceram.

Portanto, veja o passo a passo para preparar um bom chimarrão ou mate argentino:

  1. Coloque o equivalente de 2/3 de erva-mate na cuia, ou até chegar no pescoço;
  2. Acomode a erva sobre um lado da cuia, tape a boca da cuia com o cevador, incline a cuia e faça a erva mate se acomodar em uma das laterais;
  3. Coloque água morna na erva e deixe a cuia encostada por alguns instantes até que a erva absorva essa primeira água;
  4. Tape o bocal da bomba para evitar que a mesma entupa, e introduza-a no fundo da cuia.
  5. Sirva o chimarrão com água quente entre 70 e 80 ºC.

Observação: como a erva-mate argentina possui mais palitos do que a brasileira, as chances de um mate entupir ao introduzir a bomba são muito baixas.

Blends de erva-mate, a nova onda de bebidas saudáveis

Agora que você já sabe quais são as diferenças entre a erva-mate brasileira e a erva-mate argentina, podemos introduzir mais um conceito que está se popularizando: os blends de erva-mate.

Estes produtos são uma mistura de erva com chás, ou outros produtos também de origem da planta da erva-mate. O objetivo dos blends de erva-mate é proporcionar novos sabores, além de introduzir bebidas saudáveis na vida das pessoas.

Dessa forma, mais pessoas podem se beneficiar com todos os pontos positivos da erva-mate, e experimentar novos produtos desenvolvidos para este público.

A loja do Mate in Box conta com opções interessantes de blends de erva-mate para você começar uma nova experiência hoje mesmo! Acesse através do link.

Jessica Thome

Author Jessica Thome

More posts by Jessica Thome

Leave a Reply