Carrinho

O chá verde é um dos chás mais consumidos no mundo. A erva-mate, por sua vez, iniciou um forte movimento de expansão. Entenda qual dos chás oferece mais benefícios à saúde.

O chá verde

O “chá verde” é extraído da planta Camellia Sinensis. Também conhecido como “green tea” (tradução em inglês), o chá verde é provavelmente um dos chás mais consumidos do planeta terra.

A erva-mate

A erva-mate, por sua vez, é oriunda de folhas desidratadas da planta Ilex Paraguariensis. Ela é uma planta nativa de uma região que se estende pelo sul do Brasil, parte da Argentina e Paraguai.

Os mais famosos produtos da erva-mate talvez sejam o mate tostado (chá mate leão), muito consumido no litoral brasileiro, além do tradicional chimarrão, feito com bomba cuia e erva-mate. 

Chá verde vs. erva-mate

Ambas as plantas possuem benefícios similares. Contudo, há um motivo simples sobre o porque a erva-mate vem ganhando muita popularidade. 

O chá verde possui uma longa lista de benefícios à saúde de caráter principalmente corpóreos. 

Por sua vez, a erva-mate possui os benefícios corpóreos do chá verde, aliados aos efeitos de bem estar mental do chocolate, e também oferece o poder de concentração presente no café.

Comparando os benefícios do chá verde e da erva-mate

Ambas as bebidas possuem diversos benefícios similares. Alguns deles são:

  • Efeitos termogênicos: atuam em favor da perda de peso
  • Efeitos antioxidantes: atuam para a proteção celular e prevenção do envelhecimento
  • Auxilia na digestão: estimulam a produção de enzimas que favorecem a digestão
  • Diminuição do colesterol ruim
  • Boa fonte de energia: provoca ativação do sistema nervoso o que favorece as atividades mental e física
  • Melhora a concentração
  • Efeito diurético: atua diretamente na limpeza do organismo e remoção de toxinas

Enquanto ambas as bebidas promovem bem estar e saúde, estudos científicos recentes corroboram com a tese de que os efeitos da erva-mate são ainda mais benéficos.

Vejamos então como na prática as duas bebidas se comparam:

1- Perda de peso

Ambas as bebidas promovem a perda de peso. Grande parte deste efeito vem da presença da cafeína, que estimula a aceleração do metabolismo. 

Para saber mais sobre a quantidade de cafeína nas bebidas, vá até a seção #4 deste texto.

A termogênese, como é conhecido esse processo, estimula um breve aumento na temperatura corporal, o que também estimula a queima de gordura corporal.

2- Redução do colesterol

Alguns estudos indicam que os antioxidantes presentes nos chás podem também auxiliar na redução do colesterol (veja o estudo do American Journal of Clinical Nutrition). 

Se este for o caso, ambos chá verde e erva-mate podem atuar na redução do colesterol. Com vantagem para a erva-mate, que possui maior quantidade da substância.

Powered by Rock Convert

Além disso, a erva-mate possui saponinas, que são compostos que atuam na redução da absorção intestinal de gorduras saturadas. Essa redução de absorção de gorduras, consequentemente leva a uma redução plasmática do colesterol ruim (LDL).

3- Antioxidantes

Tanto o chá verde quanto a erva-mate contém diferentes tipos de antioxidantes. Porém os tipos predominantes são os “EGCG” e o “Ácido Clorogênico”, respectivamente.

Dentre as principais funções dos antioxidantes estão: redução do envelhecimento, promover funções cognitivas, promover a saúde cardíaca, promover a perda de peso e o efeito termogênico. 

4- Nutrientes (vitaminas e minerais)

São diversos os nutrientes encontrados em ambas as bebidas. De modo geral, os principais minerais encontrados são o Manganês, Ferro, Potássio e Fósforo. As principais vitaminas encontradas são A, B1, B2, C e E.

5- Quantidade de cafeína

Enquanto ambas as bebidas possuem quantidades consideráveis de cafeína, a erva-mate se destaca neste quesito. 

Em uma xícara (230 ml) de chá verde possui entre 40 e 50 mg de cafeína, a mesma quantidade de chá mate possui entre 40 e 85 mg da substância. Para efeitos comparativos, uma xícara de café contém entre 70 e 140 mg de cafeína.

Veja também um estudo comparativo entre o café e a erva-mate.

Devido aos níveis mais altos de cafeína, a erva-mate vem sendo apontada como uma melhor fonte de energia que o chá verde, porém sem os efeitos de “shutdown” observados no café (caffeine crash).

6- Reduz o risco de diabetes

Erva-mate auxilia na redução do nível de glicose no sangue. O resultado disso é a redução na produção massiva de insulina (pico de insulina). 

7- Efeitos colaterais

Apesar dos muitos benefícios de ambas as ervas, há relatos de efeitos colaterais, principalmente associados ao consumo excessivo.

De maneira geral, o consumo de até 1 (um) litro diário do chá mate ou chá verde é considerado aceitável, podendo haver variações de pessoa para pessoa.

Entre os principais efeitos colaterais do consumo excessivo estão o estado de alerta agudo ou a hiperativação do sistema nervoso, insônia e irritações estomacais. As principais dicas são: evite o consumo das bebidas no período da noite e consuma de maneira moderada.

Popularização da Erva-mate

Se por um lado, o chá verde já é bastante conhecido em todo o mundo, por outro, a erva-mate iniciou um movimento de expansão recente. 

Artistas famosos e jogadores de futebol sul-americanos, como Lionel Messi e Luis Suarez também ajudam a levar o hábito do mate à outros continentes

Especialistas em mercado juram que a erva-mate está se tornando a queridinha na Europa e também na América do Norte. Em pouco tempo teremos erva-mate, sob a forma de diversos produtos em prateleiras pelo mundo todo.

#mateinbox #vivaomate

Selen Sousa

Author Selen Sousa

More posts by Selen Sousa

Leave a Reply